Página Inicial Obesidade Obesidade Infantil Actividade Física Programas Estudos e Artigos Calculadoras Eventos Links Uteís

 

Obesidade Infantil

Prevalência

Causas

 

 

Causas

Nas últimas décadas a obesidade tem atingido proporções epidémicas, a nível mundial e em todos os grupos etários.

De acordo com a British Medical Association, a causa primária deste aumento está relacionada com o equilíbrio de energia: as crianças ingerem grandes quantidades de alimentos face a uma prática de actividade física reduzida.

Este problema é ainda agravado pelo facto de a obesidade, quando surge na infância, geralmente persistir na fase adulta, dado que é um durante os períodos críticos de desenvolvimento do tecido adiposo que se regista um aumento do número de células gordas. Por esta razão é crucial para a prevenção da obesidade a limitação de ganho de peso durante a infância e a adolescência, de modo a evitar a proliferação de adipócitos.

Na adolescência, alguns factores como as alterações da fase de transição para a idade adulta, o sedentarismo, a baixa auto-estima, alimentação excessivamente calórica e grande vulnerabilidade à propaganda consumista, contribuem na determinação da obesidade.

Para além destas causas poderem, ainda, ser referidas outras mais, tais como:

- Mudança do Padrão Alimentar com Maior Ingestão de Gorduras;

- Irregularidade nos Horários das Refeições;

- Acesso a Alimentos “Fast Food”;

- Falta de Controlo dos Pais;

- Instabilidade Familiar;

- Alterações Psico-Sociais;

- Factores Genéticos Associados.

No entanto, existem outros factores associados:

- 95% da obesidade na infância pode ser considerada exógena;

- 5% representam as desordens endócrinas e síndromes genéticas;

- Riscos: - nenhum dos pais é obeso = 9%;

         - um dos pais é obeso = 50%;

         - ambos obesos = 80%

 Algumas considerações da American Heart Association:

  • 16% das crianças e jovens  com idade compreendidas entre os 6 e 19 anos tinham excesso de peso em 1999-2002, o triplo da proporção relativamente a 1980;
  • 15% das crianças da mesma faixa etária apresentam risco de excesso de peso;
  • Mais de 10% das crianças com idades compreendidas entre o 2 e 5 anos tem excesso de peso, o dobro da proporção relativamente a 1980;
  • A prática de Actividade física nas crianças e jovens é importante devido aos benefícios em termos de saúde que apresenta;
  • De acordo com um estudo realizado pela National Association of Sports and Physical Education (NASPE), as crianças devem praticar mo mínimo 60 minutos de actividade física diária e não devem esta inactivas durante mais de 60 minutos, excepto quando estiverem a dormir;
  • Um quarto das crianças dos EUA passa 4 horas ou mais a ver TV diariamente;
  • Os jovens têm tendência a tornarem-se sedentários à medida que a idade aumenta.
  • Encorajar a prática de actividade física moderada a vigorosa é importante.

Fonte: American Heart Association, British Medical Association, OMS.

 Autora: Carla Marisa Maia Moreira (2007) : (Email: carla_m_moreira@sapo.pt)

 VOLTAR  AO TOPO

 

info@obesidade.info